sábado, 4 de maio de 2013

Vai mas é plantar morangos!

Não sei se podemos realmente dizer que fomos plantar morangos. Talvez o termo seja mais transplantar morangueiros. Mas não importa porque o resultado vai ser o mesmo, moranguinhos para comer no verão! O ano passado fizemos o mesmo e posso garantir que comer morangos acabados de apanhar tem outro encanto. Para quem tem um bocadinho de terra e não sabe o que fazer com ela acho que esta é uma forma muito simples e gratificante de se estrearem nas lides do jardim.


 
 
Transplantar morangueiros ou qualquer outra planta é tão fácil e intuitivo que a maioria das dicas que temos para dar vão roçar o idiota. De qualquer modo é para os mais cautelosos como eu, que gostam de estar bem cientes dos trabalhos em que se metem, que deixo esta explicação e incentivo para porem mãos à obra!
Antes de começarem é importante confirmarem que têm o essencial aí pela garagem:
1. Luvas de jardinagem - especialmente para as meninas, não queremos estragar essa manicura.
2. Balde ou saco de plástico - para limparem o terreno de algumas plantas selvagens que se aproveitaram da nossa negligência. Se tiverem espaço no jardim utilizem uma caixa de compostagem ou biodigestor para transformar esses desperdícios em adubo.
3. Regador - de preferência grande para não estar sempre a ir encher de água.
4. Pá e enxada – A pá para podermos revirar a terra e a enxada para fazer os buracos na terra onde vamos colocar os morangueiros.
5. Fertilizante – O ano passado comprámos um fertilizante específico para morangos que se coloca na terra antes de (trans)plantar os morangueiros. Este ano resolvemos não utilizar o fertilizante e deixar tudo mais ao natural!




Antes de começar a explicação quero só deixar um especial agradecimento ao meu modelo que gentilmente transplantou sozinho o primeiro morangueiro para que eu pudesse fotografar todo o processo (ou pelo menos parte dele).
Agora a parte complicada: a primeira operação consiste somente em arrancar ervas daninhas e revirar o terreno usando uma pá. Isto vai garantir que temos um solo limpo e fofinho para começar com o pé direito! Em seguida temos que abrir os buracos na terra onde desejamos plantar os morangueiros. Deixem algum espaço entre cada buraco para não ter mais tarde os morangos todos encavalitados, eles também têm que respirar! Reguem o buraco para deixar a terra húmida (se estão a pensar usar o fertilizante esta é a altura em que o podem adicionar à terra), coloquem o morango no buraco e cubram em redor com a terra. Nesta fase é importante certificarem-se que a parte central do morangueiro fica à superfície e sem terra, pois daqui vão nascer os novos caules. Depois de transplantados podem pressionar levemente a terra e voltar a regar só para garantir que estão confortavelmente instalados na sua nova morada! E tadá! Difícil? Não de todo. Mas claro que, para chegarmos à fase dos morangos propriamente ditos não nos podemos ficar por aqui, temos que cuidar deles todos os dias (ou quase todos os dias), visitá-los, ver como crescem, conversar com eles e regá-los!



 
No final de tudo vem então a recompensa do nosso esforço e dedicação: o saboroso orgulho de comer os morangos do nosso jardim! Daqui a uns tempos voltamos para vos mostrar o progresso! Até lá, deixo-vos com quem não achou piada nenhuma à nossa brincadeira. Vão plantar morangos!


 
 




 
 

Sem comentários:

Publicar um comentário